UK: Rock Around The Clock

2 min
Ana Boata
Ana Boata Senior Economist for Europe

O crescimento do PIB desacelerou acentuadamente para +0,2 q/q no quarto trimestre, abaixo dos +0,3% esperados por consenso, mas em linha com nossas expectativas. Os gastos do consumidor mostraram-se resilientes, embora fracos, crescendo +0,4% q/q, inalterados em relação ao terceiro trimestre. O crescimento da despesa pública recuperou para +1,4% q/q. Investimento empresarial contraído pelo quarto trimestre consecutivo (-1,4% q/q), algo que não ocorreu desde 2009. Os estoques contribuíram com 0,5 pp de crescimento, positivos pelo terceiro trimestre consecutivo, com as empresas acelerando o estoque de contingência. Os principais aumentos vieram de bens de atacado e manufaturados. Isso provocou uma recuperação nas importações para +1,3% q/q. Por isso, os estoques do PIB contraiu -0,3% após 0% no terceiro trimestre e +0,1% no segundo trimestre. Esperamos que a incerteza relacionada ao Brexit limite o crescimento para +0,2% q/q no primeiro trimestre de 2019 e para +1,2% anualmente. No entanto, quanto mais a incerteza prevalece, maiores são os riscos negativos. A votação do Parlamento do Reino Unido sobre o acordo Brexit foi adiada para 27 de fevereiro. Continuamos a esperar um acordo de última hora através de (i) uma ratificação do acordo Brexit ou (ii) uma extensão do Artigo 50 (leia mais).