EUA: O Fed se segura, mas dá dicas fortes de que há cortes a caminho

3 min
Dan North
Dan North Senior Economist for North America

Como era esperado, o Federal Reserve manteve a taxa de juros Fed Funds inalterada, mas deu indícios de cortes nessa taxa no futuro próximo. A Euler Hermes acredita que haverá dois cortes este ano, com o primeiro vindo na reunião de julho. A declaração correspondente deixou de usar o termo “paciente”, que tem sido usado há algum tempo para descrever a abordagem do Fed ao decidir sobre mudanças na taxa de juros. Ela também demonstrou a piora na perspectiva da economia, passando de “sólida” a “moderada”, dizendo que havia novas “incertezas” nas projeções e que as expectativas inflacionárias haviam “caído”. As projeções de inflação para 2019 caíram de 1,8% para 1,5%. Foi relevante também que o “dot plot” indicou que 8 dos 17 membros do Fed agora veem ao menos um corte vindo este ano, e 7 acreditam que haverá dois cortes. Em março, nenhum dos membros esperava corte algum. Finalmente, houve um dissenso no voto pela primeira vez na era Powell. O presidente do Fed de St. Louis, James Bullard, queria cortar as taxas imediatamente. No geral, a decisão e o material escrito correspondente sugerem um corte iminente na taxa de juros, uma vez que o Fed enfrenta uma economia em desaceleração, inflação abaixo da meta e preocupações comerciais.